Onofre protege dignidade do tribunal

Paços de Ferreira – As obras no “parque dos juízes” continuam paradas e por isso atrasadas. Além do incómodo causado aos trabalhadores do tribunal, também afectam os utentes de mobilidade reduzida que habitualmente entravam pela rampa de acesso e que também está em obras.

Esta semana, uma utente manifestou a sua indignação e publicou nas  redes sociais uma foto do seu pai no colo de um segurança à saída do tribunal. Uma imagem que reproduzimos e afecta a dignidade da imagem da instituição agora cercada pelas obras.

Além de mostrar o que não devia acontecer, contudo, a mesma foto revela a disponibilidade e humanidade do segurança em serviço que não se deixou reduzir às suas funções sindicais. Resolveu o problema ajudando a pessoa num acto de civilidade que aqui saudamos.

Onofre Silva com a sua atitude acabou por defender a imagem do Tribunal e para nós é o herói sa semana.

O que se passa com as obras

  No âmbito da Regeneração Urbana da Cidade de Paços de Ferreira estão a decorrer obras na zona envolvente ao edifício do Tribunal de Paços de Ferreira, nomeadamente nas traseiras, local onde existe, por opção do próprio tribunal, uma rampa de acesso ao edifício para pessoas portadoras de deficiência ou de reduzida mobilidade física.

Com as obras, esse acesso ficou temporariamente indisponível não havendo condições técnicas para instalar provisoriamente uma rampa na escadaria frontal do edifício. Trata-se de uma escadaria alta e com forte inclinação, informam os técnicos da Autarquia e do empreiteiro.

As obras em causa estão a sofrer atrasos pela falta de materiais de construção no mercado, tendo em conta a atual conjuntura internacional. A Câmara Municipal espera concluir esta empreitada no espaço de quatro meses.

Neste momento, e porque só agora estão reunidas condições mínimas de segurança,  os serviços técnicos da Câmara Municipal e do empreiteiro  estão a estudar a possibilidade de colocar provisoriamente uma rampa que atravesse, pontualmente, toda a zona em obras.

Seja como for, o atraso nas obras acabou por dar sentido a esta placa apesar de estar fora de funcionamento: aqui é lugar de paragem, das Obras!

Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado