Maxiseci – ao serviço da comunidade sénior de Braga

Os cantadores e tocadores da Associação de Solidariedade, Cultural e Recreativa (MAXISECI) receberam hoje o adjunto do presidente da Câmara Municipal de Braga, com uma bela canção popular que traduz uma das vertentes da actividade da Instituição que apoia os seniores nos seus tempos livres.

António Barroso, adjunto de Ricardo Rio, visitou a sede da MAXISECI, na Junta de Freguesia da Sé, acompanhado de Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias, destacou a sua “qualidade fantástica que preserva as nossas tradições”.

Este assessor municipal lembrou que as Junta das de Freguesia e as IPSS foram os dois braços armados do Município para “saber quem precisava de ajuda ao longo dos últimos meses de pandemia” e lembrou que o PRR (Plano de Recuperação e Resiliência)  apresenta “desafios às IPSS’s e Juntas de Freguesia com respostas que podem ser aproveitadas por estas”.

António Fernandes, presidente da IPSS, revelou que a MAXISECI nasceu para “tirar de casa os seniores de Maximinos, Sé e Cividade, tendo atualmente mais de  250 associados, onde se incluem de outras freguesias do Concelho.

A solidariedade, a motivação de fazer mais e o voluntariado constituem os valores que alicerçam a MAXISECI que se encontra com espaços limitados e pediu a António Barroso para que “olhe para esta associação como um parceiro que ajuda a Câmara Municipal a encontrar respostas sociais”.

Depois de sublinhar que a MAXISECI caminha para “ser uma das maiores Associações de Braga”, António Fernandes enunciou as duas vertentes do futuro: reforço no número de associados e estar sempre presente com respostas sociais junto daqueles que mais necessitam.

Foi também referido pelo presidente, António Fernandes, que apesar das atividades recreativas terem estado fechadas devido à pandemia, a associação, através de um protocolo com a junta de freguesia, manteve as portas abertas da sua Loja social, ajudando aqueles que de um momento para o outro tiveram dificuldades no pagamento de pequenas faturas (luz, água, o gás…), reforçando a sua preocupação social.

No regresso às atividades a MAXISECI está a preparar a construção de uma Cascata do S. João, para participar no Concurso do S. João, promovida pela comissão de festas do S. João de Braga conta em breve retomar as aulas de ginástica sénior e os convívios no último domingo de cada mês para além da sala de trabalhos manuais, onde se juntam os associados a fazer pequenos trabalhos.

Para 10 de Julho está agendado um passeio a Fátima e Nazaré, com dimensões lúdica e cultural, como sempre tem acontecido.

Por sua vez, Luís Pedroso, receoso que neste dois anos o movimento associativo deixasse de existir, por causa das limitações da Covid, não escondeu a sua “alegria porque vós retomastes a actividade” numa “bela resposta ao convívio com a solidão que nos foi imposto”.

O Presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade confessou o “sonho de vir aprender convosco a tocar viola quando me reformar”, desejando a todos os associados que “se multipliquem. Podem contar comigo”.

Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com