Regionalização no congresso do PS proposta por António Costa

O secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa, vai levar ao Congresso de junho uma moção que propõe a realização de um referendo em 2024 sobre a regionalização. O líder socialista considera que, no final de 2024, o país estará “em condições” de iniciar um debate para a concretização da regionalização, da forma como está prevista na Constituição e que pressupõe a realização de um referendo vinculativo – anunciou o Jornal Económico

Na moção “Recuperar Portugal, garantir o futuro”, António Costa defende que o próximo mandato autárquico (de 2021 a 2025) será de “consolidação do processo de descentralização para os municípios e áreas metropolitanas”. A par disso, “prossegue o processo de alargamento das competências das comissões de coordenação e desenvolvimento regional [CCDR], agora legitimadas como representantes dos autarcas das regiões”- refere o mesmo jornal.

Ao considerar as cinco regiões existentes tudo aponta que o referendo a realizar seja sobre um modelo diferente do anterior que submeteu à apreciação a possibilidade de oito regiões o que por muitos observadores foi a opção errada por não assumir a tradição administrativa já existente na altura nas comissões de coordenação.

Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com