Guimarães com ou sem Vimara?

Vimara Peres não se encontra através de um GPS em nenhuma localidade da cidade de Guimarães. Não há escultura, beco, rua ou viela em que se possa vislumbrar o nome daquele que dá o nome aos vimaranenses e que apelida a cidade de Guimarães (Vimaranis) por ser o seu fundador.

Só na cidade do Porto é que conseguimos admirar uma escultura deste responsável do repovoamento do rio Minho até ao rio Douro. Vimara Peres no entanto  deu a Portugal um certo sentimento de independência, antes mesmo do nosso país a conquistar.

Uma iniciativa desta natureza que defende uma presença de Vimara Peres em Guimarães é algo que se torna adequado, nos tempos que correm pela elaboração de uma proposta na atual função que exerço como deputado na Assembleia Municipal em Guimarães…

Filho de Pedro Theon, Vímara Peres foi um dos responsáveis pelo repovoamento da cidade e da região.

Vimaranis (derivado do seu próprio nome),  com o correr dos tempos, por evolução fonética, tornou-se a moderna Guimarães, tendo sido o principal centro governativo do Condado Portucalense aquando da chegada do conde Dom Henrique.

Foi em Guimarães que viria a falecer, em 873. O seu filho, Lucilio Vimaranes (patronímico que significa “filho de Vímara”), sucedendo-lhe à frente dos destinos do condado, instituindo-se assim uma dinastia condal que governaria a região até 1071

Vimara Peres  contribuiu de forma decisiva para a fortificação, defesa da cidade e também contribuiu para a sua governação através da linhagem familiar que deixou pelos tempos e que muito contribuiu para o crescimento da região.

Entre os seus descendentes mais populares temos a incontornável Mumadona, responsável por ter mandado erguer o castelo de Guimarães.

Fica aqui lançado o mote para uma discussão que penso ter sentido vir a existir porque uma referência ao fundador de Vimaranes em Guimarães é mais do que justificável no Berço da Nação fundado pelo próprio.

Paulo Freitas do Amaral, Historiador e Director do jornal “Correio da História”

Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com