O vírus no currículo do ACeS Santo Tirso/Trofa

O Director Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde Santo Tirso/Trofa, Nuno Alberto Videira Costa Carvalho, foi nomeado a 8 de Outubro de 2020 por despacho da senhora ministra da Saúde e dirige hoje, entre outras competências,  a implementação e execução  do plano de vacinação nestes dois concelhos.
Acontece que o curriculum vitae que serviu de suporte à sua nomeação contém irregularidades e inverdades o que merece uma avaliação de carácter pessoal sobretudo quando se pede a quem dirige a tarefa de vacinação pública uma idoneidade acima de qualquer suspeita.
Nuno Costa Carvalho diz-se possuidor de diploma relativo ao 36º PADIS – Programa de Alta Direção de Instituição de Saúde da AESE . Pela verificação das datas de nomeação (8 Outubro) e data de inicio do referido curso (29 Setembro) de 2020, esta personalidade não tinha o diploma do PADIS ao contrário do que indicou no seu currículo.
Acresce que a inexistência deste detalhe, determinaria a ausência de conteúdos curriculares na área da saúde, hipotecando a valorização do mesmo.
Dá-se a curiosidade de neste ACeS, a anterior directora executiva, Custódia Manuela Vilela Magalhães, nomeada a 8 de agosto de 2012, ter sido demitida logo em setembro de 2012, por se terem verificado “inconformidades nos dados fornecidos” e “inexactidão profissionais”, como pode verificar nesta notícia divulgada no JN a 7.09.2012
Na altura esta polémica veiculada pela liberdade de expressão com notícias no Jornal de Notícias e Público no dia 07.09.2012 e no dia 20.09.2012 no Expresso, teve impacto imediato na sua demissão.
A nomeação do diretor executivo, foi a 13 de outubro de 2020 premiada com uma nota de imprensa divulgada pelos deputados do PSD, eleitos pelo circulo eleitoral do Porto, legitimando as suas acções de “pressão” junto da ARSNorte, no sentido da entrada em funções de um novo diretor executivo do ACeS Santo Tirso/Trofa.
(…)
Acresce que a nomeação de Nuno Carvalho mereceu também destaque na página pessoal do Facebook do senhor presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso,  Alberto Costa, (PS) na data da nomeação e onde ressalta o seu contributo para tal escolha, “junto do Governo e de um conjunto de entidades regionais e locais”.
Os factos e condutas adoptadas, compromete a nomeação meritória, em detrimento da prática de um crime por falsas declarações e crime de favorecimento declarados publicamente por todos os intervenientes, dadas as relações de amizade pessoal existentes.
Chegados aqui, e quanto à metodologia curricular em uso, no acesso à nomeação do Diretor Executivo do ACeS Santo Tirso/Trofa, será caso para dizer: ACeS Santo Tirso/Trofa, a história repete -se?!
Foto: Centro Saúde Santo Tirso/pagina do Facebook
Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com