Trabalhadores que queiram estudar vão ter salário

Os socialistas prometeram criar – na última campanha eleitoral – “um programa de licenças para formação que facilite períodos de elevação de qualificações e de requalificação de pessoas ao longo da vida, em articulação com a possibilidade de substituição dos trabalhadores em formação”.

António Costa declarou ao jornal Expresso que um dos objetivos é “aumentar o rendimento das famílias” através do “reforço das políticas públicas

O Governo e os parceiros sociais estão a negociar uma medida que permitirá aos trabalhadores melhorar as suas qualificações profissionais ou o seu nível de ensino, através de uma espécie de licença sabática totalmente paga pelo Estado e sem qualquer custo para as empresas, segundo avança o jornal Expresso. O trabalhador vai estudar e o Estado financia o salário do funcionário através dos fundos europeus, com custo zero para as empresas.

Texto David Carvalho

 

Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com