Futebol, o mundo onde o trabalho não chega

Hoje em dia, o futebol não vive só de pessoas que executam bem o seu trabalho e que são realmente bons no que fazem, infelizmente, cada vez mais vemos a importância de contactos como empresários, entre outros.

No passado domingo, terminou a Primeira Liga portuguesa e começaram a haver rumores sobre possíveis saídas de treinadores e até mesmo confirmações. Para mim, o caso mais sonante destes rumores é o de Mário Silva com o Santa Clara. 

O Santa Clara terminou a época no passado sábado, em Alvalade, com uma derrota por 4-0 frente ao Sporting. No fim desse jogo de sábado, que coincidiu com o fim da época dos açorianos, o técnico português de 45 anos teceu as seguintes declarações em conferência de imprensa: «Com tanta instabilidade, salários em atraso, prémios em atraso, terminar em 7º é um título» e, também falou sobre o seu caminho no Santa Clara «Tínhamos acordo e só faltava o presidente assinar, mas até hoje nada feito.»

Vamos fazer uma análise da época do clube açoriano. O Santa Clara terminou a época em 7ºlugar com 40 pontos, com 9 vitórias, 13 empates e 12 derrotas. Aquando da entrada de Mário Silva, no início de janeiro o Santa Clara tinha em 17 jogos, 16 pontos com 4 vitórias, 4 empates e 9 derrotas, estando em 14ºlugar. Com a entrada de Mário Silva, no início da segunda volta, foram 17 jogos, 24 pontos com 5 vitórias, 9 empates e 3 derrotas, que foram contra os três grandes e, fora de casa. Para além disto, com esta segunda volta, o Santa Clara conseguiu a segunda melhor classificação na história do clube, bateu o recorde de jogos invencível do clube e esteve uma volta inteira sem perder em casa. Com problemas financeiros e instabilidade, o Santa Clara bateu recordes e terminou em 7ºlugar.

É claro e evidente que os açorianos melhoraram com a entrada do técnico português de 45 anos mas, ainda assim parece que a continuidade de Mário Silva está em cima da mesa. Mário Silva tem contrato até dia 30 de junho de 2022 e, havia interesse de renovação por parte do Santa Clara mas, houve um percalço, a entrada de novos investidores na SAD do clube. Estes possíveis novos donos da SAD do clube, não teriam interesse em manter Mário Silva e, daí, para já, não foi renovado o contrato ao técnico português. 

Depois da demonstração de indignação do técnico do Santa Clara, os jogadores do clube açoriano saíram em defesa do seu técnico e estão a lutar para que Mário Silva fique no clube. Por sua vez, o Santa Clara reagiu em comunicado dizendo que Mário Silva e, todo o seu staff, têm contrato com o clube até junho de 2022, ou seja, ainda estão vinculados com o clube.

Esta situação de Mário Silva com o Santa Clara é a prova de que no futebol de hoje, não é só o trabalho que conta nas decisões tomadas. A mim deixa-me preocupado esta situação. Como é que é possível o Santa Clara sequer pensar em renovar com Mário Silva? A renovação já deveria ter sido assinada! Um trabalho destes, com as dificuldades tidas, tem de ser valorizado mas, infelizmente, o dinheiro e o poder falam mais alto. O clube necessita da SAD para sobreviver, isso é notório, devido às dificuldades financeiras mas, Mário Silva tem todo o direito de mostrar a sua indignação por ver o seu lugar em risco.

Aqui está o perfeito exemplo de muito do que é o futebol hoje, dinheiro, poder, contactos, empresários, “cunhas”, entre outros. A meu ver, o trabalho, a qualidade e a competência devem ultrapassar questões monetárias, se bem que todos os clubes necessitam de dinheiro para sobreviver. O dinheiro é importante mas, antes de tudo, há que garantir que o trabalho bem executado é recompensado.

Post Scriptum:

Depois da escrita deste artigo, surgiu ontem a notícia que Mário Silva renovou com o Santa Clara por duas épocas. Os valores, a qualidade e a resiliência venceram o dinheiro e o poder, algo que alegra qualquer fã de futebol.

Por David Carvalho

 

 

IMAGEM PRINCIPAL ARTIGO

Imagem do Instagram do CD Santa Clara

Outra imagem é do record

Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com